Foto: Nataniel Diogo
A Associação de Turismo do Porto e Norte de Portugal (ATP), que apresentou esta quinta-feira o novo portal de turismo regional, quer atingir este ano os 2 milhões de dormidas de visitantes estrangeiros na região.
Segundo a directora executiva da entidade, Helena Gonçalves, tal implicará um aumento de 115 mil dormidas face a 2011, mas a região está “no bom caminho” com a subida de 4,8% (706.430, contra 674.265 em 2011) registado nos primeiros 5 meses do ano, considerados um “período crítico”.
“De Junho a Dezembro estão previstas mais 250 a 300 mil dormidas, pelo que estamos no bom caminho para atingir os 2 milhões”, sustentou.
Apostada em assegurar o crescimento sustentado do turismo na região, a ATP – agência regional de promoção turística do Porto e Norte responsável pela promoção externa da região – propõe-se alcançar em 2015 o total de 2,6 milhões de dormidas de turistas estrangeiros em lazer e negócios.
“Este é um sector onde a tentação para o individualismo é grande, mas o sucesso só é possível com uma estratégia integrada e com alinhamento com o Turismo de Portugal e com a marca Portugal”, sustentou o actual presidente da ATP e vice-presidente da Câmara do Porto, Vladimiro Feliz, durante a apresentação do novo portal de turismo regional.
A directora executiva da ATP destacou a Espanha (actualmente o principal emissor de turistas para a região), o Reino Unido, a Alemanha e a França como os “mercados prioritários” na estratégia para 2012.
A estes somam-se os países do Benelux, a Itália, a Suíça, a Escandinávia e o Brasil (que merecerá particular destaque) como “mercados estratégicos”, para além dos EUA, Canadá e Rússia como “mercados emergentes”.
Depois da Espanha – que, “apesar do decréscimo” registado, ainda lidera o top 10 dos países emissores de turistas para o Porto e Norte – surgem a França, Brasil, Alemanha, Reino Unido, Itália, Holanda, Bélgica, EUA e Escandinávia como principais mercados.
Novo portal
Operacional desde Julho, o portal visitportoandnorth.travel é um dos pilares do plano de comunicação da ATP e, conforme explicou o assessor de marketing João Pedro Capelo, “trabalha muito a notoriedade e o marketing digital” da região.
“A reputação e a notoriedade online são muito importantes para nós”, afirmou, adiantando que a plataforma está disponível em 6 idiomas e faz “uma abordagem mais profunda do destino”, distinguindo-se assim de outros sites.
Segundo salientou, um dos objectivos da ATP é “combater a sazonalidade” do destino Porto e Norte, promovendo as características distintivas da região e os seus principais produtos turísticos: turismo de negócios, city breaktouring e turismo de natureza.
“Esta plataforma reforçará e catalisará inequivocamente as actividades online, centralizando a comunicação da região e produto turístico num espaço de partilha de conteúdos, imagens e vídeos. Uma ferramenta intuitiva e capaz de agregar toda a informação turística sobre os produtos exclusivos do destino Porto e Norte de Portugal, promovendo os seus associados e principais agentes económicos da região e permitindo aos seus visitantes vivenciar experiências únicas”, refere a ATP.